Boa Saúde BLOG

ADVERTORIAL

ADVERTORIAL

5 Dicas para te ajudar a emagrecer (Na quarentena)

Por Arthur Matos em 20/05/21

Nesse período de pandemia houveram muitas mudanças nas nossas rotinas diárias, e isso trouxe uma série de complicações para a saúde da população brasileira.

Não me refiro apenas a saúde física, mas também a saúde emocional. Pensando nisso resolvi separar 5 dicas para te ajudar a emagrecer e consequentemente trazer uma melhora na sua saúde emocional

Primeiro devemos entender que o emagrecimento é multifatorial, ou seja, depende de diversos fatores para que ele ocorra de maneira saudável.

Sendo assim é interessante você entender em quais pontos está “pecando”, e logo após procurar uma ajuda profissional. Sim, ajuda profissional.

É indispensável o auxílio de um nutricionista, de um profissional de Educação Física e dependendo até de um auxílio médico para analisar exames específicos e ter a certeza de que não há nada de errado com o seu organismo.

PUBLICIDADE

Agora vamos lá

Analise cada um desses pontos importantes para o processo de emagrecimento, e faça uma média (de 1 a 5) de qual nota você dá pra si mesmo nesse aspecto, ok?

Lembrando que os 5 são a base do processo de emagrecimento, sendo assim, precisamos cuidar de todos.

Após identificar os pontos vai ficar muito mais fácil perceber aonde você mais tem falhado e onde precisa melhorar para alcançar de vez os seus objetivos.

1- Alimentação 

2- Emocional

3- Saúde física

4- Atividade física

5- Sono

Agora vou explicar cada um desses tópicos e após se analisar responda qual nota você daria para sua performance em cada tópico, ok? 

É muito importante que você seja o mais sincero possível para que possa avaliar seus pontos fortes e pontos de melhora.

1-Alimentação 

 

Sabemos que a alimentação é o ponto chave do emagrecimento. Sem dúvida ela é o que precisa ser observado primeiro antes de todos os outros quando o assunto é emagrecimento.

Então, antes de dar sua nota, faça as seguintes perguntas:

– Já procurei ajuda profissional?

– Estou seguindo todas as instruções da nutricionista?

– Quantas vezes em média tenho fugido do plano alimentar?

– Estou observando a qualidade dos alimentos nas refeições?

– Estou observando a quantidade de comida que coloco em cada refeição?

– Ao longo do dia faço algumas beliscadinhas que não estão na dieta (mesmo que seja com algo saudável)?

– Tenho respeitado a fome e a saciedade?

2- Emocional

 

A alimentação está diretamente ligada ao nosso emocional. Já reparou que a comida está sempre nos despertando sensações de prazer?

Na prática não deveria ser assim, pois a comida teria de ser apenas uma forma de eliminar a fome. 

Porém nosso cérebro gosta de conforto, e se nós fizermos apenas a vontade dele, estaremos correndo sérios riscos.

Agora seja sincero(a) consigo, e faça as seguintes perguntas antes de preencher sua nota:

– Eu como para diminuir algum sentimento como a ansiedade, raiva, tristeza, angústia e etc?

– Eu como sem nem perceber que estou comendo?

– Eu como além da minha fome e sinto que fico empanzinado?

– Se percebo que estou satisfeito consigo largar a comida para comer em outro momento ou dar pra alguém?

– Você sente que não controla sua compulsão alimentar?

– Você sente ansiedade para a próxima refeição?

– Você sente culpa, arrependimento ou alívio após comer?

3-Saúde física

 

Você sabia que se tiver alguma taxa alterada nos seus exames mais simples, isso pode atrapalhar diretamente seus resultados de emagrecimento?

Por isso é muito importante que você esteja saudável fisicamente para que a alimentação correta supra todas as necessidades do seu organismo, e auxilie o seu emagrecimento.

– Você faz exames de rotina todos os anos?

– Como estão seus exames?

– Você está saudável?

– Qual a última vez que fez um check-up?

– Tem alguma dor ou mal estar que te acompanha sempre? (Inchaços, gases, intestino preso, má circulação, tonturas, falta de ar, dores de cabeça com frequência…)

ATENÇÃO: 

Você marcou alguma opção desse último tópico? Se sim, eu te aconselho a buscar ajuda de um médico. 

É importante solucionar qualquer problema no início para evitar danos maiores à saúde.

4-Atividade física

 

A atividade física é uma ótima aliada para quem quer emagrecer.  Além disso, ela é maravilhosa para quem quer ter saúde física e emocional.

Você queima calorias, se distrai, aumenta sua força, muda composição corporal, libera hormônios da felicidade, têm mais disposição para as tarefas do dia, retarda o envelhecimento e muito mais!

– Eu faço alguma atividade física?

– Se sim, quantas vezes na semana?

– Quanto tempo dura a minha atividade?

– Possuo o acompanhamento de um profissional?

– Qual a intensidade da atividade que pratico (leve, moderada, pesada)?

PS: 

A atividade física é qualquer atividade que fazemos no dia a dia sem seguir um protocolo estipulado por um profissional. Seja limpar a casa, caminhar, passear com o cachorro, ir até ao trabalho caminhando ou pedalando etc.

Quando se segue algum protocolo com a orientação de um profissional de educação física ele passa a ser classificado como exercício físico, 

ou seja, treinar em uma academia, seguir um treino feito pelo profissional. Entendeu? 

Mas saiba que tanto a atividade física quanto o exercício físico são primordiais para a saúde. 

O que não vale é ficar parado!

4- SONO

 

Esse costuma ser o mais desprezado no processo de emagrecimento, ainda mais nos dias de hoje onde o uso de celulares está aumentando cada dia mais, e as horas de sono estão diminuindo.

Uma boa rotina de sono ajuda na perda de peso pois auxilia na regulação hormonal.

É durante uma boa noite de sono que nós diminuímos a produção de grelina (hormônio que pode aumentar a fome),

 cortisol (hormônio do estresse), adrenalina e aumentamos a liberação de leptina (hormônio que promove a sensação de saciedade), 

Boas noites de sono também estimulam o hormônio do crescimento (estimula a redução de gordura corporal),

auxilia na produção de melatonina (aumenta os benefícios do sono) além de aumentar a disposição, pois repõe a energia do corpo.

– Eu sei que o uso de aparelhos eletrônicos atrapalham o meu sono, e mesmo assim continuo mexendo minutos antes de me deitar?

– Eu durmo pelo menos entre 6/8 horas por noite?

– A minha noite de sono é tranquila ou acordar diversas vezes?

– Quando acordo me sinto revigorado e disposto?

Agora coloque as suas notas e perceba quais pontos precisa melhorar para que todos os tópicos estejam alinhados.

Feito? Agora você já sabe onde precisa melhorar. Agora é só colocar em prática e alcançar os seus objetivos.

PS:

Caso esse artigo tenha te ajudado compartilhe com um amigo, e o ajude a alcançar os seus objetivos.

Vou ficar muito feliz!

25182015_1561309003947800_5250989374075516757_o

Políticas de Privacidade – Termos de Uso – CNPJ: 40.018.691/0001-75

2021 © Blog Boa Saúde. Todos os direitos reservados