Motivos para não tomar remédio para dor [ACADEMIA]

Por Arthur Matos 06/07/22

 

A atividade e o exercício físico sempre serão os melhores remédios, porém devemos nos atentar para alguns detalhes.

Pequenas lesões são comuns para quem treina e com esse tempo seco e umidade baixa ficamos cada vez mais propensos a gripes e outros problemas respiratórios.

Também é muito comum encontrar praticantes na academia que tentam superar as dores e continuar treinando tomando remédio anti-inflamatório. 

Só que isso é um erro, que pode inclusive arruinar seus ganhos e atrasar todo o processo de evolução.

 

Anti-inflamatórios como o ibuprofeno e ácido acetilsalicílico (aspirina) reduzem o fluxo sanguíneo e a entrega de toxinas na área lesionada, mas, ao mesmo tempo, 

também impede que nutrientes cheguem ao local, retardando totalmente a recuperação.

 

Para piorar, um estudo recente comprova que os anti-inflamatórios, cujo principal componente é o ibuprofeno, inibem a hipertrofia (aumento do músculo) muscular.

Ou seja, não adianta nada tomar esse tipo de remédio para poder treinar, porque ele simplesmente vai sabotar seu esforço na academia.

A recuperação é o mais indicado quando se está fazendo uso de medicamentos.

Se liga e não acelere o processo de perda e saiba que o descanso também faz parte do seu treino.

E aí, vamos treinar?

2022 © Blog Boa Saúde. Todos os direitos reservados